PNLD LITERÁRIO 2018

A Editora Sulina apresenta seus títulos aprovados no PNLD Literário 2018.
São dois livros que preencheram os requisitos técnicos e conteúdo e estão em conformidade com BNCC (Banco Nacional Comum Curricular).
Confiram as duas obras escolhidas, a Obras, Manual de Professor e Material Audiovisual.

Trazmundo e Pegavento

Categoria 5 - Tema: O mundo natural e social
CÓDIGO DA OBRA: 1292L 18603

Autor: Elvio Gonçalves

ISBN: 978-85-205-0819-0
Formato: 13,7 x 20,7 cm
Nº de Páginas: 120
Gênero: Romance

Trazmundo e Pegavento é mais que uma história, nos remete diretamente a tradição das fábulas. Leva o leitor pelas mãos a um lugar encantado, rico nos melhores ingredientes da literatura fronteiriça: infância, pandorgas, cata-ventos e gente que só é assim porque vive ou viveu nos descampados das nossas ventanias.Assim como o escritor Moisés Mendes nos informa em seu prefácio, Elvio consegue transformar a memória da infância em escrita.
E essa virtude − a memória −, nos recompensa com a transmutação em literatura.Um livro de estreia (e que estreia), que traz a herança do contágio que o autor teve (e tem) com os livros, e levará de para uma viagem quase onírica de um passado que guardamos nas nossas mais tenras memórias.

Material Audiovisual


Beijo na Parede, O

Categoria 6 - Tema: Projetos de vida
CÓDIGO DA OBRA: 0908L 18603

Autor: Jeferson Tenório

ISBN: 978-85-205-0692-9
Formato: 13,7 x 20,7 cm
Nº de Páginas: 128
Gênero: Romance

Romance premiado com o troféu "Livro do Ano" - 2014 - AGES (Associação Gaúcha de Escritores).
Forçado a deixar a cidade natal na companhia do pai para morar em um território estranho no sul do país, João, de apenas 11 anos, passa a acumular do dia para a noite uma sucessão de abandonos. Envolto subitamente pelo desamparo total, o jovem herói se esforça em desviar das paredes que emergem no novo cotidiano, repleto de personagens esquecidos. Cavando pequenos espaços de sobrevivência, João promove o improvável encontro entre o niilismo e a cor exuberante das coisas – nativa apenas na mente de uma criança. Jeferson Tenório constrói um narrador singular e tocante nessa sua primeira obra, um verdadeiro arquiteto do invisível, capaz de reposicionar a dor, extrair, entre lágrimas e sorrisos, o sopro de vida de personagens que aparentam estar mortos, ou simplesmente derrubar as paredes mais duras da existência com um beijo, deixando uma alternativa real para a esperança em seu lugar.



Voltar | Imprimir

 

Os dados pessoais fornecidos pelos usuários do site www.editorasulina.com.br são assegurados pela seguinte Política de Privacidade