Editora Sulina
0

    Sua sacola está vazia.

Opção de entrega pelos Correios, retirar na loja ou entrega expressa.
COMPRE AGORA
Forma de pagamento flexível.
Parcelamento em até 18X.
CARTÕES DE CRÉDITO E DÉBITO | BOLETO | DEPÓSITO
Frete Grátis para todo o Brasil para
compras acima de R$ 290,00
CORREIOS (RE: Registrado econômico)
TODO O SITE COM 20% DE DESCONTO - OFERTA VÁLIDA DURANTE A FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE
De 30 de outubro a 15 de novembro de 2020
Voltar

Ano zero da Alemanha, O


Edgar Morin

ISBN: 978-85-205-0523-6
Categoria(s): Ensaio francês   Sociologia   História
Edição: 1ª - 2009
Formato: 14 x 21 cm
Nº de Pag.: 319
Peso: 0,380 Kg

R$ 48,00

R$ 60,00

Disponibilidade: oferta - Feira do Livro de Porto Alegre

Publicado em 1946, O Ano zero da Alemanha é o primeiro livro de Edgar Morin. Traz a marca da juventude do autor que, aos 25 anos, nos fornece uma narrativa arrebatadora sobre a Alemanha após o fim da Segunda Guerra Mundial. Com a morte de Hitler em 1º de maio de 1945 e a assinatura do armistício na madrugada de 8 para 9 de maio do mesmo ano, instalou-se entre os aliados uma guerra interna e dissimulada pelo poder de ingerência no território alemão. A Alemanha enfrenta seu ano zero. Encontra-se em ponto morto: sem Estado, exército, bandeira, sobraram as dores da violência e do extermínio, as esperanças da reconstrução social, política e psíquica de um país que acabará cindido em duas partes, algo que só teve fim com a queda do muro de Berlim em 1989. Fascismos, nazismos, ditaduras militares são fenômenos ideológicos coletivos que renegam a liberdade do homem, impedem o diálogo democrático, conspiram contra a universalidade do humanismo. O caminho da paz será longo, exige prudência e atenção redobradas, adverte Bernard Groethuysen, responsável pela apresentação da edição original. Essas recomendações servem de base para que o leitor enfrente as quatro partes do livro que desvendam condições históricas concretas, crenças contraditórias, dogmas irracionais que cercaram a banalidade do mal, posta em ação pelo Fürher, e o dispositivo político que lhe dava sustentação. Vários atentados e conspirações, resistências veladas ou explícitas, não conseguiram pôr fim à liderança do tirano. Foi ele mesmo o responsável por seu extermínio. Mais do que um valor documental, historiográfico ou saudosista, O Ano zero da Alemanha é um sinal de alerta para os tempos atuais que requerem esperança, resistência e responsabilidade coletiva que ponham fim às desigualdades crescentes por que passam as sociedades contemporâneas globalizadas. Tradução: Edgard de Assis Carvalho e Mariza Perassi Bosco
Confira a fanpage da Editora Sulina www.facebook.com/editorasulina

Entrega: Correios, Motoboy (Porto Alegre), Retira na loja.

Forma de Pagamento: Depósito em conta corrente ou PagSeguro (cartões de crédito, débito e boleto bancário).

OBRAS RELACIONADAS